terça-feira, 12 de setembro de 2017

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Estratégias para contornar rotinas difíceis


Todas as famílias tem aquela rotina que não podendo deixar de acontecer, é uma chatice diária. 

Cá em casa é o pequeno-almoço. Na verdade todas as refeições são difíceis porque o miúdo, ainda que gostando de tudo, fica satisfeito com três garfadas e é um castigo para comer mais. Mas de manhã e na pressa de sair de casa, fica ainda mais complicado. 

Tento variar ao máximo com o que lhe dou de manhã, nunca repetimos "a ementa" mas mesmo assim não é fácil. Este ano, de visita pela HM vi um conjunto de pequeno-almoço do Batman que é mesmo a cara dele e chegando a casa disse-lhe que quando a escola começasse, ao comer dali o pequeno-almoço ganhava forças de super-herói. Ele adorou a ideia e fartou-se de agradecer. 

O que é facto é que a entrar na segunda semana de escola, até agora, o pequeno-almoço de super-herói tem mesmo resultado! Come sempre meia peça de fruta, leite, sumo natural ou iogurte e algo como pão, panqueca ou bolo. Por vezes em vez do pão ou alternativas, faço-lhe ovos e salsichas, que come muito bem. 

Ainda para facilitar, penso sempre de véspera o que lhe dar no dia seguinte e deixo já tudo pronto no balcão de pequenos-almoços: mesa posta, fruta com faca para descascar e tudo o mais que preciso à mão. 

E por aí? Que estratégias usam para contornar as rotinas mais complicadas? 


Super orgulhoso de ter a sua própria loiça...







O conjuntinho apesar de ser de "bonecada" é super mimoso

Mood

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

(REPOST) Preparar o regresso à escola



O regresso das crianças à escola/creche/JI não é, por norma, uma altura fácil. Na maioria das vezes uma pessoa ainda não saiu daquele "mood" férias e já está a levar uma valente injecção de rotina. 

Cá em casa, desde que o miúdo começou a ir para a creche, que reservo sempre a semana anterior ao inicio do ano escolar para me organizar, enquanto que vou re-ajustando os horários dele e ao mesmo tempo gastando os últimos cartuxos das férias. 

Se for maníaca  apologista da organização como eu, tem na lista abaixo uma boa ajuda para garantir que quando o dia chegar tudo decorre sem stress. Se por outro lado, muita preparação ainda lhe causa mais ansiedade, esqueça isto tudo e passe directo ao próximo post. 

E um bom regresso à escola para todas as crianças! 

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Primeiro dia de escola


Finalmente "a escola dos grandes"! A escola com que ele sonha quase desde sempre, aquela que todos os dias passávamos a caminho da creche e que me fazia ter de lhe explicar porque é que não podia ficar já ali com os meninos que entravam no portão que dá para o campo de jogos. 

Hoje finalmente entrámos. Os receios ficaram todos do lado de fora do portão. Fomos hoje porque ele já queria ir desde que acabou a escola. Ele já queria ir nas férias. Ele todos os dias perguntava quando ia. E hoje fomos, finalmente. E parecia que sempre tínhamos ido. 

E à tarde quando o fui buscar agarrou-me na mão e foi-me mostrar tudo. Foi-me apresentar aos amigos, novos e velhos e às amigas crescidas que fez. 

Lanchou tudo, almoçou bem, foi à casa de banho, e tudo na boa. E finalmente jogou no campo de jogos com chão amarelo e a sua alegria por isso levou todos os receios embora. 

Custa deixar para trás aquilo que se conhece desde sempre, mas mudar também é muito bom! 









Calções Zara  
T-shirt H&M também antiga
Hoodie GAP Kids 
Ténis New Balance 
Tudo nos últimos saldos



O ano passado o regresso à escola foi assim

terça-feira, 5 de setembro de 2017

O recomeço...


Dizia um amigo brasileiro, recentemente a morar em Lisboa, que ainda não entende bem esta coisa de nós termos dois "começos de ano", já que lá a passagem do ano coincide com o final do Verão e como tal, com o inicio do ano em toda a sua plenitude. Mas por cá é inegável que depois da "silly season" alguns de nós ainda sintam mais esta altura do ano como uma folha em branco. 

No dia 31 de Dezembro de 2016, em plena festa de réveillon, dez minutos passados da meia noite estava eu a estatelar-me no chão a caminho da casa de banho e a pensar, "um ano que começa assim, não pode correr bem..." mas chegada ao pé do meu marido ele deu-me a versão otimista da queda: "Pensa, não que começas-te o ano a cair, mas sim, que o começaste a levantar-te". A verdade é que este ano tem corrido muito bem, e tem sido efetivamente um ano de superações. 

Neste que é o recomeço do ano, com reuniões feitas na semana passada e tudo estruturado para o regresso ao trabalho ontem, segunda-feira, dia 4 de Setembro, apanho uma virose e fiquei sem conseguir fazer nada. De cama, com febre, cheia de dores, a vomitar... fiquei chateada porque mais não consegui do que responder a mensagens urgentes. Mas depois lembrei-me da queda da passagem de ano e perguntei-me se esta virose não seria auspiciosa de um resto do ano em grande. 

Vamos acreditar que sim!

E por aí? Tudo preparado para voltar à rotina?


No ano passado o regresso foi assim

Mood